13 de dezembro de 2019

Petrobras fortalece ações de prevenção ao trabalho escravo em sua cadeia produtiva

Em novembro, o InPACTO realizou um workshop com os funcionários da Petrobras para fortalecer suas ações de conscientização, prevenção e combate ao trabalho escravo em sua extensa e complexa cadeia de valor. A diretora executiva do InPACTO, Mércia Silva, orientou os participantes no desenvolvimento do Plano de Ação da empresa para 2020, com base no monitoramento da estatal em 2018. 

Foram discutidas possibilidades de iniciativas como o engajamento de todo o quadro de funcionários, a inclusão do tema em prêmios promovidos pela Petrobras, a revisão de contratos e o levantamento de desafios sociais e de segurança para o combate ao trabalho escravo envolvendo uma empresa pública com diversos atores de diferentes setores em sua cadeia de valor. 

O InPACTO apresentou ainda sua expertise no monitoramento dos compromissos assumidos pelos signatários do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo e o Índice de Vulnerabilidade InPACTO, criado pelo instituto para ajudar empresas no engajamento dos múltiplos atores de sua cadeia de valor em ações de prevenção e combate ao trabalho escravo e trabalho infantil. 

O assistente executivo do InPACTO, Denis Oshima Roberto, também conduziu a formação na estatal e abordou a importância de dados e informações para o monitoramento e gerenciamento de riscos de violações de direitos humanos na cadeia de valor. 

Além dos representantes do InPACTO, participaram do workshop Ludmila Paiva, membra da COETRAE-RJ, e Ricardo Resende, professor de Direito do Trabalho. 

Os funcionários da Petrobras elogiaram os dois dias de formação, ressaltando sua qualidade e a importância desse tipo de atividade, e manifestaram o desejo de atividades formativas similares no futuro. O workshop ocorreu na sede da Petrobras, no Rio de Janeiro, nos dias 13 e 14 de novembro.

Gostaria de se manter informado(a) através de notícias deste tipo? Preencha nosso formulário.