[gtranslate]
22 de julho de 2011

Lista traz signatários que não participaram do monitoramento

Comitê divulga lista de signatários que não responderam questões de monitoramento. Descumprimento da obrigação pode acarretar na suspensão ou exclusão da empresa ou entidade do compromisso contra a escravidão

Comitê de Coordenação e Monitoramento

Encerrado o prazo de envio de respostas às questões da Plataforma Digital de Apoio e Monitoramento, o Comitê de Coordenação e Monitoramento do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo divulga a lista de empresas, associações signatárias que não cumpriram a tarefa acordada. O preenchimento do questionário online é obrigatório para a continuidade do compromisso pelo combate à escravidão.
De acordo com avaliação preliminar, a maior parte das grandes empresas atenderam ao monitoramento e preencheram a plataforma. Elas possuem influência de peso em diversas cadeias produtivas abrangidas pelo acordo.
O descumprimento das exigências ainda não acarretou na suspensão do Pacto Nacional, mas os responsáveis pelas empresas e organizações listadas abaixo que ainda queiram prosseguir como participantes do compromisso precisam entrar em contato, urgentemente, com a ONG Repórter Brasil, por meio do e-mail: pacto@reporterbrasil.org.br, conforme as determinações no item Ações Disciplinares, do Código de Conduta do Pacto Nacional.
O Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo tem como missão envolver e dar subsídios para que o setor empresarial e a sociedade civil atuem no combate a esse crime contra os direitos humanos. Hoje, ele congrega mais de 180 empresas e associações, cujo faturamento equivale a mais de 20% do Produto Interno Bruto Nacional, que se comprometem a não fazer negócios com quem se utiliza dessa prática. A decisão foi tomada após deliberação do Comitê de Coordenação e Monitoramento do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo, que tem o objetivo de zelar pelo cumprimento desse acordo.
Esta é uma “lista de atenção”, apontando os inadimplentes, bem como uma solicitação para que entrem em contato o mais breve possível. Esta nota também está sendo encaminhada para os signatários. Todo o processo obedece ao previsto no Código de Conduta do Pacto Nacional.
 

  • Dudalina S/A
  • Frigorífico Astra do Paraná
  • Frigorífico Margen S/A
  • Frigorífico Mercosul S/A
  • Frigorífico Vale do Sapucaí Ltda (Frivasa)
  • Navi Carnes Indústria e Comérico Ltda.
  • Siderúrgica Ibérica S/A
  • Texaco Brasil Ltda
  • Tiroleza Alimentos Ltda (antigo Comércio de Carnes Tiroleza)
  • Unimed Cuiaba
  • Vale S.A
  • Vale Grande Ind. e Com. de Alimentos Ltda

 

Comitê de Coordenação e Monitoramento do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo
Organização Internacional do Trabalho
Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social
Observatório Social
ONG Repórter Brasil

 

Gostaria de se manter informado(a) através de notícias deste tipo? Preencha nosso formulário.

    Seu nome (obrigatório)
    Seu e-mail (obrigatório)
    Instituição/empresa que representa
    Como conheceu o InPACTO
    Qual é seu interesse