[gtranslate]
10 de maio de 2013

Lei Áurea, 125 anos: evento discute escravidão em SP

Simpósio reúne magistrados e especialistas no Tribunal Regional Federal na próxima segunda-feira, 13 de maio

Por Repórter Brasil

ImageProxyO enfrentamento à escravidão contemporânea é tema de simpósio organizado pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região e pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, entre outros. O evento acontece em São Paulo na próxima segunda-feira, 13 de maio, data em que se celebra o 125º aniversário da promulgação da Lei Áurea. Estão previstas a participação de algumas das principais autoridades no combate à prática, e de especialistas da sociedade civil (confira abaixo a programação completa).
“A Escravidão, por incrível que pareça, a despeito de todos os normativos legais existentes para o seu combate, está a merecer reflexão e conscientização, principalmente por parte das autoridades competentes”, afirma o desembargador Fausto De Sanctis, um dos organizadores do evento. “Ao contrário da pessoa se beneficiar do trabalho, as circunstâncias da concorrência nefasta na atualidade têm levado a ela servir ao trabalho, num contexto de total e odiosa sujeição e de submissão ao crime do tráfico de pessoas”, completa.
“A competência para julgar o crime de trabalho análogo ao de escravo é da Justiça Federal. Por isso a importância de um evento como esse, a fim de que possamos discutir como avançar na erradicação de uma das mais perversas formas de exploração do ser humano”, lembra José Armando Guerra, Secretário executivo da Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo. O simpósio é voltado a Magistrados e Procuradores, mas está aberto à imprensa e aos interessados no tema, requerendo inscrição prévia.
Desde 1995, quando o Estado brasileiro assumiu a persistência de formas contemporâneas de escravidão, o poder público já resgatou mais de 44 mil trabalhadores dessas condições em atividades que vão do desmatamento e a criação de bovinos, passando pela produção de carvão para a siderurgia e lavouras de cana-de-açúcar e algodão até a construção civil, a produção de roupas e a exploração sexual.
Serviço:
Simpósio “O Enfrentamento à Escravidão Contemporânea”
Segunda-feira, 13 de maio de 2013, das 8h30 às 18h
Local: Auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região
Endereço: Avenida Paulista, 1842, 25o andar, São Paulo (SP)
Inscrições até esta sexta-feira, às 17h, pelo site: www.trf3.jus.br/semag (utilizar navegador Mozilla Firefox)
Programação: 
Manhã:
8h30 Café de boas vindas
9h Solenidade de Abertura
NEWTON DE LUCCA – Presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região
MARIA DO ROSÁRIO – Ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República
9h20 Palestras Inaugurais
Palestrantes: CÁRMEN LÚCIA ANTUNES ROCHA – Ministra do Supremo Tribunal Federal
LÉLIO BENTES CORRÊA – Ministro do Tribunal Superior do Trabalho
10h30 Palestra: Políticas Públicas para o Enfrentamento do Tráfico de Pessoas
Palestrantes:
KATHRYN HOFFMAN – Cônsul para Assuntos Políticos do Consulado dos Estados Unidos em São Paulo
LUIZ MACHADO – Coordenador do Projeto de Combate ao Trabalho Escravo da Organização Internacional do Trabalho no Brasil
Mediador: FAUSTO DE SANCTIS – Desembargador Federal do TRF3
11h15 Café
11h30 Palestra: O Papel da Justiça do Trabalho e a Atuação do Ministério Público do Trabalho
Palestrantes: LUIS ANTÔNIO CAMARGO DE MELO – Procurador Geral do Ministério Público do Trabalho
MARCUS BARBERINO – Juiz do Trabalho
Mediadora: JANICE ASCARI – Procuradora Regional da República
12h30 Almoço
Tarde:
14h Palestra: Escravos da Moda
Palestrantes: KATIE FORD – Presidente da Fundação Katie Ford e ex-CEO da Ford Models
LUÍS ALEXANDRE FARIA – Auditor Fiscal do Trabalho (Coordenador da fiscalização para o trabalho escravo urbano em São Paulo)
PIERPAOLO BOTTINI – Professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo
Mediador: LEONARDO SAKAMOTO – Coordenador da ONG Repórter Brasil
15h30 Café
15h45 Palestra: A Atuação da Justiça Federal e do Ministério Público Federal
Palestrantes: CARLOS HENRIQUE HADDAD – Juiz Federal
AURÉLIO RIOS – Subprocurador Geral da República
RAQUEL DODGE – Subprocuradora Geral da República
Mediadores: MÁRCIO CATAPANI – Juiz Federal
MARCELO COSTENARO CAVALI – Juiz Federal
17h15 Palestras de Encerramento
Frei XAVIER PLASSAT – Comissão Pastoral da Terra
JOSÉ ARMANDO FRAGA DINIZ GUERRA – Coordenador-Geral da CONATRAE
18h Término
Coordenação:
FAUSTO MARTIN DE SANCTIS – Desembargador Federal
LEONARDO SAKAMOTO –  Jornalista Coordenador-Geral da ONG Repórter Brasil
JOSÉ ARMANDO FRAGA DINIZ GUERRA – Coordenador-Geral da Comissão Nacional de Combate ao Trabalho Escravo da Secretaria de Direitos Humanos (CONATRAE)
APOIO:
Presidência da República – Secretaria de Direitos Humanos
Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3ª Região– EMAG
Ministério Público Federal – Procuradoria Regional da República
Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados – ENFAM
Consulado Geral dos Estados Unidos da América em São Paulo
Katie Ford Foundation
ONG Repórter Brasil

Gostaria de se manter informado(a) através de notícias deste tipo? Preencha nosso formulário.

    Seu nome (obrigatório)
    Seu e-mail (obrigatório)
    Instituição/empresa que representa
    Como conheceu o InPACTO
    Qual é seu interesse