MODA

 

A revolução na cadeia da moda

As discussões sobre as condições de trabalho na indústria da moda avançaram muito nos últimos anos no Brasil. O InPACTO acredita que a união de esforços é o melhor e mais curto caminho para a transformação. Embora o desafio ainda seja grande, o setor têxtil brasileiro é um espaço muito fértil para o diálogo, troca de experiências, propagação de práticas inteligentes e a busca coletiva de soluções. A cadeia da moda enfrenta um novo cenário no mundo todo, com o avanço da responsabilidade solidária. Um convite às empresas para que sejam protagonistas na resolução dos problemas e busquem iniciativas em escala mundial. As novas legislações pedem sistemas de transparência e cada importador deverá dizer quais ações estão sendo tomadas para coibir exploração de trabalho análogo ao escravo, tráfico de pessoas e trabalho infantil.

Vozes da Moda: Agreste 2030

O Vozes da Moda: Agreste 2030 é fruto do diagnóstico da necessidade de fomentar o desenvolvimento sustentável na cadeia têxtil e de melhorar as condições de trabalho na região do agreste de Pernambuco. O projeto busca potencializar a construção coletiva entre os múltiplos atores que atuam no setor de confecção. É uma iniciativa conjunta do InPACTO, Instituto Ethos, Repórter Brasil e Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) com apoio institucional do Instituto C&A.

Visitamos a cadeia de denim da região e promovemos uma série de diálogos com diversos setores que atuam no campo, entre eles, empresários, poder público, instituições de justiça, sindicatos e trabalhadores. O desafio é grande e o papel do InPACTO é ajudar todos esses atores a dialogar e encontrar soluções coletivas. O Vozes da Moda está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, que propõem um novo modelo global para acabar com a pobreza e promover a prosperidade até 2030. O projeto está relacionado aos objetivos de redução de desigualdades e de promoção do crescimento econômico, inclusivo e sustentável, e do trabalho decente.

Laboratório da Moda Sustentável

Em 2018 o InPACTO participou do Laboratório da Moda Sustentável – Por um setor do vestuário mais sustentável e justo, uma iniciativa multissetorial com o objetivo de transformar os principais desafios do setor, desde o aspecto sustentável da fabricação até a melhoria das condições de trabalho. O InPACTO, assim como as demais organizações convidadas, subsidiou as discussões com suas experiências nos diferentes elos da cadeia do vestuário e em temas como condições de trabalho precarizadas, informalidade, imigração, entre outros.

O InPACTO contribuiu com a experiência na prevenção do trabalho escravo, ancorando os aspectos da condição de trabalho de forma transversal, como um dos eixos da gestão de negócios. O Laboratório da Moda Sustentável – Por um setor do vestuário mais sustentável e justo é resultado da parceria entre Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), com o patrocínio do Instituto C&A.

Gostaria de se manter informado(a) através de projetos deste tipo? Preencha nosso formulário.